Assim, a decisão de cometer suicídio não ocorre de maneira rápida, sendo que com frequência o indivíduo que comete o suicídio manifestou anteriormente alguma advertência ou sinal com relação à ideia de atentar contra a própria vida.
O conjunto de ações da pessoa são mensagens objetivas visando perpetuá-la nos seus semelhantes através das emoções.
Durkheim (1982 1897 sociólogo francês e autor do mais conhecido trabalho sociológico sobre o suicídio, compreendeu o fenômeno como social e culpou a 'fragilidade moral' da então sociedade contemporânea como a raiz de todos os males sociais, incluindo o suicídio.
Assim, compreende-se que a convivência com os pares - especialmente na fase da adolescência, em que os relacionamentos interpessoais fora do âmbito familiar têm fundamental importância para o jovem em desenvolvimento - pode servir como importante fator de proteção ao suicídio na adolescência.Prieto e Tavares (2005 em revisão de literatura sobre fatores de risco ao suicídio, verificaram a presença de várias experiências adversas ou estressoras durante o desenvolvimento de indivíduos que tentam o suicídio, dentre elas: situações de violência física, sexual, negligência e rejeição na infância.Benda,.B.; corwyn,.F.Faço isso pensando em mim, pois assim finalmente descanso.(2010) examinaram fatores psicossociais relacionados às tentativas de suicídio em adolescentes de 14 a 18 anos na Grécia.Nesse sentido, é importante, além de instrumentalizar teoricamente esses profissionais para a intervenção nesses casos, fornecer-lhes também espaços de discussão sobre esse assunto tabu, a fim de aumentar a clareza sobre o tema, o que talvez diminuiria receios ou crenças errôneas que giram em torno.
Revista Panamericana de Salud Publica, 16 (2 102-109.
A distribuição das tentativas de suicídio por idade apontou uma proporção lentes de contato 8 horas mais elevada de casos (43,5) em adolescentes com idades entre 15 e 19 anos.




7- A médica trocou os remédios o haldol e o fenergan para o neozine de 100, mas o neozine de 100 me dá um pouco de sono há mais.Em contrapartida, as tentativas de suicídio são epidemiologicamente diferentes do suicídio consumado não apenas no Brasil, mas também em muitos outros países, sendo que, de maneira geral, as mulheres cometem maior número de tentativas (Abasse., 2009; Kinyanda., 2011; Toro.Das meninas, é socialmente esperado que sejam mais delicadas, contidas e menos agressivas que os meninos.Intento de suicidio en niños y adolescentes: Depressión y transtorno de conducta disocial como patologías más frecuentes.A principal razão apontada pelos jovens como causa do suicídio foi o "amor não correspondido seja esse amor no sentido de namoro como também no sentido dos relacionamentos familiares com pais pautados pela fragilidade dos vínculos afetivos.Na Europa, o suicídio é a segunda causa mais comum de morte entre adolescentes e adultos na faixa dos 15 aos 35 anos (WHO, 2010).Os pesquisadores concluíram que houve um aumento acelerado de casos de suicídio, principalmente em homens e mulheres jovens (Puentes-Rosas., 2004).Segundo o Ministério da Saúde (2009 o suicídio é responsável por 24 mortes diárias no Brasil e três mil no mundo todo, além de 60 mil tentativas.Borges e Werlang (2006) investigaram a presença de ideação suicida em adolescentes com idades entre 15 e 19 anos de uma população não clínica da cidade de Porto Alegre, buscando identificar o nível de associação entre ideação suicida e depressão/desesperança.
Além disso, o número total de suicídios entre os anos de 1998 e 2008 passou.985 para.328, representando um aumento de 33,5.



Fatos dessa natureza demonstram a dificuldade das pessoas, de maneira geral, em lidar com um assunto tão complexo quanto o suicídio.
Países como Finlândia e Canadá têm sido identificados como possuidores de altas taxas de suicídio adolescente.

[L_RANDNUM-10-999]