A diretora de Vendas da AOL Brasil, Stella Guillaumon, esteve presente nas duas etapas da competição.
"Hoje, não basta perceber que está errado, você tem que correr para a transformação analisa.
Nesta semana, um evento de criação de campanhas com foco em mobile, organizado pela AOL Brasil em São Paulo, adicionou novos ingredientes a esse debate.Para o diretor de arte Romulo Caballero, as agências atendem um público cada vez mais crítico.Em um país onde uma mulher, quando contratada, chega a receber 25 a menos do mulheres que procuram homens em buenos aires zona sul que um homem desempenhando a mesma função, a ideia dos criativos é de muita serventia.Ou também ouvir do RH durante uma das entrevistas: 'Mas você viu que ela acabou de casar?Porque sim, elas podem tudo conclui Laura Florence.A reação não é só sua.Foi composta uma segunda mesa julgadora para a segunda fase do hackathon - apenas com mulheres."A gente queria algo que propusesse uma solução, e não apenas algo que as pessoas achassem bonito, mas não mudasse nada explica Vidal.Edgard Vidal e Caio Fortes foram os escolhidos para o primeiro lugar.É algo tão natural que dentro de seus anseios, seus sonhos, você não para e questiona isso."É um tema que vai além do número de homens e mulheres existentes em cada equipe.Acho que outras colegas já devem ter passado por isso, mas quando a gente está no dia a dia, nota que tem algo errado em uma campanha e faz uma crítica, é comum ouvir 'mas mulheres procuram rapazes para sexo aí, agora perdeu a graça'.Laura Florence, VP de Criação,.A resposta para a questão acima é mais fácil do que você imagina.
Porém, entre os 40 participantes do hackathon da AOL, apenas 4 dos profissionais enviados pelas agências de publicidade eram mulheres.
Outros sites especializados, classificados.




"Com tanta oportunidade de atuação, nenhum criativo vai querer trabalhar em um ambiente que só tem cabeças fechadas.É um ciclo vicioso que você tem que quebrar.Agora é com elas, não basta ter boa intenção.Os dados são da pesquisa da agência Heads, que concluiu que menos 20 dos comerciais contribuem para a equidade de gênero no País.A publicidade afeta a sociedade.O recado acima é de Keka Morelle, diretora de arte e uma das integrantes da mesa que elegeu o vencedor do hackathon da AOL."Se alguma campanha agride o público, ela vai receber o feedback nas redes sociais e vai ter que se transformar.
Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.
"O amadurecimento desse debate na sociedade está trazendo mudanças para todas as áreas avalia.



A comunicação brasileira está cada vez pior e um dos grandes problemas é a falta de diversidade diagnostica Drummond.
Para ele, trabalhar com sua dupla e outras mulheres "enriquece a visão de mundo".
A gostosa da cerveja foi a sua resposta?

[L_RANDNUM-10-999]